Mundo GTV | O seu portal de notícias

Notícias Cinema e Séries

'Minions 2' mostra os primeiros passos das maldades arquitetadas por Gru

No filme comandado por Kyle Balda e codirigido por Brad Ableson (Os Simpsons) e Jonathan del Val (Pets — A vida secreta dos bichos) a idolatria é um dos agentes motores

'Minions 2' mostra os primeiros passos das maldades arquitetadas por Gru
Universal/Divulgação
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Depois de quase cinco anos, desde uma virada na vida de Gru, em Meu malvado favorito, a mais nova aventura do estúdio Illumination, impulsionada pelo veterano produtor Chris Meledandri, desenterra um colorido passado para o suavemente mal-humorado protagonista Gru. A premissa setentista é o que move Minions 2: A origem de Gru, a partir de hoje na telona.

Aos 11 anos, Gru, ainda numa versão "pivetinho", travará o primeiro contato com as "batatinhas de macacão", como são denominados os minions. Já nos bancos da escola fundamental, enquanto colegas de classe são encorajados a serem médicos, Gru externa a vontade de ser "um supervilão". A senha para chegar lá existe e, na trama, é verbalizada por You´re no good, frase que deve ser dita, antes de uma entrevista (secreta) para Gru suprir uma vaga em aberto do mafioso grupo Sexteto Sinistro.

You´re no good, por sinal, é uma das músicas, ao lado de sucessos como Born to be alive, Keep it comin´love e Goodbye to love, que integram a ótima trilha assinada pelo produtor Jack Anttonoff. Os elementos musicais são tantos no filme, a ponto de incluírem tortura (a partir de música), mensagens cifradas em discos executados ao contrário e segredos em cabines sonoras de departamentos de vendas.

Um vilão envelhecido, que atende por Willy Kobra, sofre um processo de sabotagem da chamada "próxima geração" dos colegas vilões e se torna mais do que um ídolo para Gru. Há peso no enredo para situações de descarte profissional e demissão, mas que são prontamente criticadas pelo roteiro.

No filme comandado por Kyle Balda e codirigido por Brad Ableson (Os Simpsons) e Jonathan del Val (Pets — A vida secreta dos bichos) a idolatria é um dos agentes motores. A própria displicente mãe de Gru deposita todas as fichas na admiração desmedida por um novo guru, enquadrado em comportamentos dos anos de 1970.

Tratados por Gru como "miniparentes", os ingênuos e despreparados minions conseguem extrair graça até mesmo de falso coro fúnebre. No começo da trama, eles surgem em forma de exército, como paramentados lutadores dourados. Mais adiante, os ferozes personagens amarelados aprendem kung fu, depois de instruídos por uma exigente mestra que desperta a "fera interior" de cada um. Mas o filme perde muito da graça, quando os minions se transmutam em frango, bode e galinha.

Vistos como espécie de capangas, minions como Stuart, Kevin e Bob tentam, a todo custo, comprovar a lealdade suprema junto ao mestre Gru. Os ajudantes persistentes acumulam pequenos desastres e trapalhadas, na jornada para livrar a cara do "minichefe" (o codinome de Gru) que concentra a maior parte da ação em São Francisco, mais precisamente num dos bairros Chinatown mais estabelecidos entre os norte-americano.

Veja o Trailer Oficial

FONTE/CRÉDITOS: Correio Braziliense
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Você está no atendimento da Mundo GTV! Aguarde,iremos te atender em breve.